Notícias

Anterior Seguinte
Informações | 09 01 2015
Peterhansel retorna aos top 10 e Sainz está fora do Dakar

0901notdkrkpp

 

A montanha-russa de emoções que tem sido o primeiro Dakar para a equipe Peugeot-Total continuou no Chile.  Enquanto Stéphane Peterhansel sobe entre os dez melhores no ranking, Carlos Sainz está fora depois de um acidente em que ele e o co-piloto Lucas Cruz saíram ilesos. Cyril Despres não teve um dia fácil após perder uma das rodas de seu carro.

 

Com seus 9 mil quilômetros, o Rally Dakar é reconhecidamente a competição de corrida mais difícil do mundo e já vêm mostrando a razão para o título. A árdua etapa de 458 quilômetros realizada ontem foi marcada por longos trechos de “fesh-fesh”, areia fina que levanta muita poeira, o que torna extremamente difícil enxergar a estrada.

 

Mesmo com essas dificuldades, Peterhansel (nº 302) fez um excelente progresso na corrida, subindo de 12º para a nona posição no ranking geral graças ao quinto melhor tempo na etapa, pela qual passou sem qualquer problema técnico.

 

“Foi uma etapa complicada, repleta de 'fesh-fesh'”, concluiu o piloto ao final da etapa de ontem. “Hoje também foi bastante acidentado e acho que nosso arranjo para os amortecedores estava muito macio, íamos sempre até o fundo aos solavancos. Não tivemos nenhum teste em estrada como esse. Tentei reduzir um pouco a velocidade para minimizar riscos. Não tivemos erros, então vamos tentar ir até o final da corrida, o que é nossa prioridade.”

 

Carlos Sainz (nº 304) se afastou da competição a apenas 20 quilômetros do final da etapa após atingir uma pedra quando seguia sob a poeira de um quadriciclo. Sem visão por conta da poeira, seu carro carro capotou cinco vezes. A equipe saiu sem ferimentos, mas já sem esperanças de se manter na competição. O espanhol, vencedor do Dakar em 2010, chegou a atingir o quarto lugar no terceiro dia do evento, a melhor colocação que o PEUGEOT 2008 DKR alcançou no rali.

 

“Estou desapontado, ainda mais depois dos mecânicos terem trabalhado por metade da noite, quando finalmente chegamos ao acampamento às 3h30”, explicou Sainz. “É terrível sair da competição sob qualquer circunstância, isso é o que me decepciona mais.”

 

Já Cyril Despres (nº 322) também teve problemas, porém com menores consequências quando perdeu uma roda no km 64 da etapa. Sendo esta uma das raras etapas em que carros, motos e caminhões competem juntos, o piloto conseguiu esperar pela chegada do caminhão de serviços da Peugeot, que solucionou o problema. Enquanto ainda participava da etapa ao fim da noite, sua colocação ainda deve ser confirmada pela organização.

 

O diretor de esportes da Peugeot, Bruno Famin, comentou os acontecimentos: “Claro que a maior notícia foi a saída de Carlos, depois de um acidente em que felizmente os dois da equipe saíram ilesos. Essa é apenas uma das coisas que acontecem na corrida. Cyril cometeu um pequeno erro, o que significa que ainda estamos esperando seu retorno, enquanto Stéphane conseguiu uma honrosa quinta colocação na etapa, o que nos mostra novamente que o carro é competitivo. Não apresentamos problemas técnicos significativos e continuamos aprendendo e ganhando experiência. É exatamente o que esperamos do Dakar e seguiremos assim até quando for possível”

 

Etapa SS6 (Antofagasta-Iquique): Sexta-feira, dia 9 / 11:51am horário local - 647km (SS 277km)

 

Resultado da SS5:

 

1. Vladimir Vasilyev (RUS)/Konstantin Zhiltsov (RUS) Mini              4hr 19min 18sec

2. Yazeed Al-Rahji (SAU)/Timo Gottschalk (D) Toyota                     +20ec

3. Robby Gordon (USA)/Johnny Campbell (USA) Gordini                 +1min 25sec

4. Nasser Al-Attiyah (QAT)/Matthieu Baumel (F) Qatar Rally Team      +3min 24sec

5. Stéphane Peterhansel (F)/J-P Cottret (F) Peugeot 2008 DKR +4min 04sec

           

Overall ranking after SS5:

 

1.                  Nasser Al-Attiyah (QAT)/Matthieu Baumel (F) Qatar Rally Team          16hr 53min 26sec

2.                  Giniel de Villiers (RSA)/Dirk von Zitzewitz (D) Toyota All Speed +10min 35sec

3.                  Yazeed Al-Rahji (SAU)/Timo Gottschalk (D) Toyota             +20min 29sec

4.                  Krzysztof Holowczyc (PL)/Xavier Panseri (F) Mini                 +48min 55sec

5.                  Erik van Loon (NL)/Wouter Roesegar (NL) Mini                    +53min 25sec

6.                  Bernhard Ten Brinke (NL)/Tom Colsoul (B) Toyota               +56min 19sec

7.                  Vladimir Vasilyev (RUS)/Konstantin Zhiltsov (RUS) Mini       +1hr 09min 52sec

8.                  Christian Lavieille (F)/Pascal Maimon (F) Toyota                 +1hr 13min 59sec

9.                  Stéphane Peterhansel (F)/J-P Cottret (F) Peugeot 2008 DKR           +1hr 19min 17sec

10.             Aidyn Rakhimbayev (KAZ)/Anton Nikolaev (KAZ) Mini         +1hr 21min 32sec